Avenida Névski – a rua principal de Petersburgo do início ao fim

Quando Petersburgo foi construída, ela tinha acabado de ser conquistada da Suécia e ainda era um ponto de disputa. Por isso, quando Pedro I planejava a cidade, quis homenagear Aleksandr Nevski, um príncipe de Novgorod que ganhou uma batalha contra os suecos na mesma região no século XIII. No lugar aproximado da batalha, ele construiu um monastério com seu nome. Depois ele resolveu construir uma grande avenida que ligasse o monastério ao Almirantado, sede da marinha, e servisse como artéria da cidade: a Avenida Névski.

Quando Petersburgo se tornou uma metrópole, a rua ficou conhecida pela atmosfera frenética e febril, que inspirou romancistas como Gógol e Dostoiévski. Gógol inclusive tem um romance que se chama Avenida Nevski, em que ela aparece como um lugar espectral onde tudo pode acontecer. 

Então era um dos lugares que eu queria explorar em Petersburgo, e que acabei percorrendo do início ao fim mais de uma vez. Então aqui vai o meu itinerário do que ver na Avenida Nevski, do Almirantado ao Monastério.

 

Almirantado

Petersburgo avenida nevski almirantado

O começo da Avenida é no Almirantado, um dos prédios mais antigos da cidade. Ele inicialmente foi feito como sede do Conselho de Almirantes e da Marinha Russa. Ele representava as ambições marinhas do tsar, e era fortificado porque a área de Petersburgo tinha acabado de ser conquistada da Suécia e precisava ser protegida.

Uma curiosidade é a agulha dourada, muito visível pela cidade, que foi pintada de cinza por voluntários durante a Segunda Guerra para que os nazistas não pudessem usá-la para se orientar.

 

Homenagem ao Cerco

Petersburgo avenida nevski homenagem cerco segunda guerra

Logo no primeiro quarteirão da Avenida, fica uma homenagem ao Cerco Nazista durante a Segunda Guerra (que também tem um museu dedicado a lembrá-lo). Ele é um aviso preservado, que esse lado da rua é mais perigoso durante bombardeios aéreos. Ele foi preservado, e durante o Dia da Vitória, a comemoração do fim da guerra, muitos locais foram lá deixar homenagens aos que passaram a guerra em Petersburgo.

 

Passagem para o Hermitage

Russia Petersburgo vista para o palacio de inverno estados gerais

Daqui também já dá para ver o Hermitage, com uma vista do Palácio de Inverno por meio dos estados-Gerais. Hoje todos eles são parte de um grande complexo de palácios transformados em museus, que já tiveram vários posts por aqui.

 

Café Literário

Um café nesse lugar era conhecido por ter sido frequentado por grandes nomes da literatura, como Púchkin e Dostoiévski. Depois ele foi substituído por um restaurante de luxo, conhecido por ser o lugar onde Tchaikóvski pegou cólera. Hoje ele banca muito nessa reputação, e achei um pouco armadilha para turistas.

 

Palácio Stroganov no Canal Moika

Petersburgo avenida nevski museu strogonov

O primeiro canal que atravessa a Névski nesse lado é o Moika, conhecido por ser onde moravam as famílias mais ricas da Rússia. Ele também é conhecido pelas pontes coloridas, e na Avenida Névski fica a verde. Ela foi a primeira ponte de ferro da cidade, mas hoje não chama tanto a atenção porque a maioria das pontes atuais são de ferro e pintadas de verde (mais acima no canal ainda existem a vermelha e a azul).

Com entradas para a rua e o canal fica o Palácio Strogonov, de uma das famílias mais ricas da Rússia, e conhecido como o lugar onde o prato foi inventado por um dos cozinheiros dos condes Strogonov. Ele foi desenhado por Benjamin Rastrelli, o arquiteto de alguns dos lugares mais lindos de Petersburgo, e hoje é parte do Museu Russo. Dá para visitá-lo por dentro, ver exposições temporárias e assistir concertos.

 

Catedral de Kazan

Petersburgo avenida nevski catedral kazan

Qualquer um que já foi ao Vaticano vai reconhecer a Catedral de Kazan: ela foi construída para ser uma réplica da Basílica de São Pedro. As portas são cópias das portas do Duomo de Florença, que alguns consideram ser as obras que deram início ao Renascimento. Isso foi incrivelmente polêmico na época porque a igreja russa é ortodoxa, e as pessoas mais religiosas não queriam uma igreja inspirada no centro da religião católica. 

Quando Napoleão invadiu a Rússia, o líder do exército russo, Mikhail Kutuzov, rezou para o ícone de Nossa Senhora de Kazan. Quando a guerra foi vencida, a igreja, ainda não terminada, acabou se tornando um símbolo dessa vitória. Durante o comunismo, a igreja foi usada como Museu do Ateísmo. Assim como na Catedral de São Isaac, lá perto, a idéia era que quando as pessoas vissem o luxo em que igrejas eram construídas, elas entenderiam porque os Bolcheviques queria aboli-las. 

A Avenida Névski também é conhecida como um dos lugares em que os imperadores da Rússia permitiram que igrejas não ortodoxas foram construídas. Na rua, tem a Igreja Católica de Santa Catarina, a Igreja Luterana de São Pedro e Paulo, e a Igreja Armênia de Santa Catarina.

Russia Petersburgo Avenida Nevski igrejas diferentes

 

Edifício Singer

Russia Petersburgo Avenida Nevski casa singer livraria salvador sangue derramado

O Edifício Singer, também conhecido como Casa do Livro, é um prédio Art Nouveau reconhecido como um dos mais famosos da cidade. Originalmente, como o nome diz, era a sede da fábrica Singer, de máquinas de escrever. A companhia queria construir um arranha-céu, mas as leis da cidade proibiam prédios maiores do que o Palácio de Inverno. Então o prédio foi aprovado, e só depois eles adicionaram o globo de vidro, que dá a impressão que o prédio seja mais alto do que aqueles ao redor. Ele ficou pronto em 1904.

Hoje ele é a maior livraria da cidade, por isso o nome de Casa do Livro, onde dá para achar centenas de clássicos e livros sobre a cidade em várias línguas, e os andares mais altos são a sede do VKontakte, a rede social mais popular na Rússia.

O Edifício também fica na beira de outro canal, o Griboiedov, e tem vista para uma das Igrejas mais famosas da cidade, a do Salvador Sobre o Sangue Derramado.

 

Torre da Duma

Petersburgo avenida nevski torre duma

A Duma é o ramo legislativo na Rússia, e essa sede foi planejada para ser a sede da duma da cidade de Petersburgo. A sede neoclássica foi construída em 1787, e a torre foi adicionada depois, em 1804. 

 

Gostiny Dvor

Petersburgo avenida nevski gostiny dvor

Gostiny Dvor é o centro comercial mais antigo da cidade, construído para ser um shopping com pórticos. Hoje a entrada para a Nevsky tem principalmente lojas de souvenirs, mas ele é imenso e ainda tem lojas mais populares.

 

Passage

Petersburgo avenida nevski passage shopping luxo

Já o Passage é outra loja de departamentos construída na Nevski, só que para ser um shopping de elite. Ela é onde se passa o conto Crocodilo, de Dostoiévski.

Ela também é conhecida pela arquitetura, pelo teto de vidro, e tem um anti-café, aqueles onde você paga por quanto tempo fica lá ao invés do que consome. 

 

Teatro Aleksandrinski

Petersburgo avenida nevski teatro alexandrinski

O Teatro Aleksandrinski foi construido para a trupe imperial. Ele foi construído em estilo imperial por Carlo Rossi, em 1832. O teatro teve um polêmico teto de ferro, que os espectadores temiam que caísse. O arquiteto foi em várias performances falando que se o teto caísse, ele queria ser enforcado em uma das vigas do teatro. Ele está lá até hoje. 

Ele também construiu as ruas atrás do Teatro, a rua Arquiteto Rossi, conhecida pelas proporções: 220 metros de extensão, 22 metros de largura e com prédios com 22 metros de altura. Hoje fica lá o Museu do Teatro e da Música de Petersburgo.

Petersburgo avenida nevski rua engenheiro rossi

Em frente ao teatro, fica uma estátua de Catarina, a Grande, com seus assessores principais.

Petersburgo avenida nevski estatua catarina grande

Do outro lado da rua, ainda dá para ver uma das sirenes usadas para avisar a população de bombardeamentos durante o cerco de Petersburgo na Segunda Guerra.

 

Emporium Eliseev

Russia Petersburgo Avenida Nevski Emporio Eliseev art nouveau

Petersburgo avenida nevski emporio eliseev loja gourmet art nouveau

Esse empório foi construído no início do século XX em estilo Art Nouveau pelos irmãos Eliseev, e era conhecido por ter iguarias de luxo e importadas. Ainda hoje é um lugar onde pessoas de Petersburgo vão para comprar chocolates e chás importados, ou só para apreciar o interior, que é lindo. 

 

Cinema Avrora

Esse é um cinema antigo de Petersburgo, onde o Nabokov costumava ir ver filmes mudos acompanhados de uma orquestra. Ele ainda tem uma atmosfera antiga, e a maioria dos filmes passam na língua original. Eles também tem retrospectivas de filmes antigos que te fazem sentir como se você tivesse viajado ao passado. 

 

Biblioteca Nacional da Rússia

Também na avenida fica a Biblioteca Nacional da Rússia, conhecida como uma das maiores do mundo e que tem cópias de livros clássicos e manuscritos iluminados. 

 

Ponte Anichkov

O terceiro canal pelo qual a Nevski passa é o Fontanka, onde fica uma das pontes mais famosas da cidade, a Anichkov. Ela é cercada por quatro esculturas chamadas Os Domadores de Cavalos, que frequentemente aparecem na literatura como metáfora para Petersburgo, cidade construída em um pântano como tentativa de domar a natureza.

 

Estação Moskovski e Obelisco da Cidade-Herói 

Petersburgo avenida Nevski - Leningrado, cidade heroi

Logo depois fica a estação Moskovski, de onde saem os trens para Moscou (na Rússia, as estações geralmente tem o nome dos destinos para onde partem). Também é onde fica um dos monumentos mais famosos do cerco de Petersburgo, quando os nazistas sitiaram a cidade durante a Segunda Guerra. Ele é um obelisco que proclama a cidade-herói de Leningrado, nome de Petersburgo na época.

 

Monastério Nevski

O Monastério Aleksandr Nevski contém duas igrejas barrocas, construídas pelos Trezzini, que fizeram várias obras nas ilhas Vassilievski, e uma enorme Catedral neoclássica. Além disso, ele virou o lugar de enterro dos russos famosos em Petersburgo, como o Convento de Novodevichi em Moscou. Na verdade, o cemitério foi um dos motivos pelo qual eu queria visitar o Monastério, porque Dostoiévski está enterrado lá. Eu me perdi um pouco para achar seu túmulo, porque na verdade existem vários cemitérios lá dentro, mas descobri que ele estava no cemitério de Tikhin, dentro da necrópole dos artistas. Além de Dostoiévski, essa parte tem vários dos compositores mais famosos da Rússia, como Tchaikovski, Mussorgski, Rimski-Korsakov, Glinka. No cemitério de Lazarus, estão enterrados vários dos arquitetos responsáveis por construir Petersburgo, como Quarenghi e Rossi. Para esses dois cemitérios, é necessário comprar bilhete, embora o resto do Monastério possa ser visitado gratuitamente. Para mim, as igrejas estão entre as mais bonitas da cidade.

Esse foi meu passeio pela Nevski. Recomendo muito continuar depois da pont Anichkov, mesmo que seja a parte com menos atrações famosas, porque ela tem uma atmosfera diferente, menos lotada, menos turística, que talvez ainda seja a de Gógol e Dostoévski.

Deixe uma resposta