Por que estudar russo em Minsk, Belarus

Quando eu comecei a procurar por cursos para melhorar meu russo, o meu instinto foi procurar por cursos na Rússia. Parece óbvio, né? Já tinha visto pessoas que tinham estudado russo em outros países, como a Estônia, a Letônia e a Ucrânia, mas não me parecia a melhor solução, porque nem todo mundo fala russo na rua, e em alguns lugares pode ser mesmo controverso. Mas depois ouvi de mais uma pessoa que Belarus era um ótimo lugar para estudar russo, e resolvi olhar um pouco sobre as universidades. Então esse post é sobre os motivos para estudar russo em Belarus.

Belarus tem cursos bons e acessíveis nas universidades

Talvez o motivo número 1 para estudar russo em Minsk é que é muito fácil encontrar cursos nas universidades, e eles são muito flexíveis, para diferentes tipos de estudantes. Eles tem a facilidade de escolas de línguas, e alunos que já estudaram russo antes podem começar em qualquer semana do ano, mas o prestígio e os preços baixos de estudar em universidades. Existem cursos, entre outros lugares, na Universidade Federal de Belarus e na Universidade Linguística de Minsk. Além disso, também existem cursos de russo em outras universidades no interior do país, como Grodno e Brest.

Estudar em Minsk não é caro

Vendo um ballet no bolshoi

Como eu mencionei, as universidades têm cursos com preços muito razoáveis (a maioria dos cursos que eu olhei na Rússia era pelo menos 5x o preço), mas, além disso, viver em Minsk também não é caro. Você pode ficar nos dormitórios das universidades, que são muito baratos. Mesmo meus gastos com comida, vinho, restaurantes, etc, eram muito menos do que em qualquer outro lugar onde já morei. O dormitório da universidade, por exemplo, custa cerca de 90 rublos bielorussos ou 30 euros por mês.

É a língua local

Mapa de Minsk em 1797

Oficialmente, Belarus tem duas línguas oficiais, Bielorrusso e Russo, e três línguas minoritárias, mas reconhecidas: iídiche, polonês e ucraniano. Na prática, porém, o Russo é muito mais falado nas ruas do que o Bielorrusso, que é mais usado em funções oficiais. Em Minsk, 85% dos locais usa o russo no dia a dia. Por isso, é a chance de estudar o russo em um lugar onde você realmente vai usá-lo o dia todo, toda vez que entrar em um supermercado ou café. As pessoas falam menos russo que em uma cidade acostumada com turistas como Petersburgo – mas se você quer mesmo aprender o russo, essa é uma vantagem

Os Belarrussos são amigáveis

Os belarussos são conhecidos por serem pessoas amigáveis. O estereótipo deles em outros países é que eles sempre seguram portas abertas para outras pessoas. Além disso, é um país que não tem muitos expats nem turistas, e por isso as pessoas não estão exaustas de turismo em massa. Elas geralmente param para ajudar quem precisa, e geralmente querem conhecer estrangeiros e saber o que a gente pensa do país.

Minsk é uma cidade moderna, segura, incrivelmente limpa e verde

Existem muitos estereótipos associados com Minsk ser uma cidade soviética, no leste Europeu, e por ser uma ditadura. Estereótipos que fazem com que alguns países nem queiram ser chamados de Leste Europeu.

Coloquei limpa em destaque porque Minsk já ganhou prêmios por ser uma das cidades mais limpas do mundo. Além disso, é uma cidade cheia de parques e conhecida por ser segura, e um lugar muito interessante para visitar ou se viver. Tem muitas atrações para ver em Minsk quando se mora lá, e vamos falar mais disso nos próximos posts.

Para ler todos os posts sobre Belarus, clique na imagem abaixo:

5 comentários

  1. ANA Paula Boechat

    Juju, mesmo sendo tudo muito bom por aí, já estou doida p te ter de volta ao Brasil!! Sds!!

Deixe uma resposta