Festivais para curtir a primavera na Rússia

Acho que é por como o inverno é rigoroso, mas a primavera na Rússia me emocionou. Eu cheguei lá bem no início, em 6 de abril, quando Moscou ainda estava cheia de montes de neve e lagos congelados e fui embora no início do verão, em 3 de julho. Então eu realmente consegui ver a transição, de repente as camadas de gelo derretendo e flores nascendo em todo lugar. Tinha tantas tulipas nas minhas fotos do instagram que algumas pessoas perguntaram se eu tinha ido para a Holanda. É uma época linda, e eles sabem comemorar: além dos festivais grandes que vou descrever abaixo, vi dúzias de festivais menores, de feiras do livro a festivais de música. Tinha hora que eu tinha vontade de convencer os operários a não desmontar os palcos nas grandes praças, já que alguns dias depois, outro seria construído.
Mas vamos passar aos grandes festivais que acontecem na Rússia durante a primavera:

Páscoa Ortodoxa

O primeiro feriado que peguei na Rússia foi a páscoa ortodoxa, que também foi minha segunda páscoa do ano, já que ela acontece uma semana depois da páscoa católica que é celebrada no Brasil. No dia da Páscoa, as pessoas vão para a missa meia-noite, e saem pelas ruas carregando os ícones, o que é muito bonito de acompanhar. Também vi uma missa especial de páscoa dentro do Kremlin.
O que eu mais curti foram os mercados de Páscoa, espalhados pela cidade e muito parecidos com os mercados de Natal que já vi em outras cidades européias. Tinha vinho quente, tinha castanhas, tinha muita comida típica, e chocolate.

Missa de pascoa no kremlin russia
Missa de \npáscoa no Kremlin
feira de páscoa moscou rússia
Mercadinho de páscoa perto da Praça Vermelha

Festival das Máscaras Douradas

No início de abril, dois meses de performances especiais de teatro, ópera, dança e música culminam em uma cerimônia de premiação em Moscou. A cidade fica cheia de trupes que vem da Rússia inteira para apresentar espetáculos clássicos ou inovadores, e a hora é perfeita para quem quer ver algo novo.

Dia do Trabalho

Primeiro de Maio – o dia do trabalho na Rússia é um feriado importante com paradas e concertos o dia inteiro nas cidades grandes. Tava impossível entrar na Praça Vermelha, mas aproveitei o feriado no Parque Górki, que ficou lotado.

Dia da Vitória

9 de Maio – feriado que comemora o fim da Grande Guerra Patriótica, como os russos chamam a Segunda Guerra Mundial. Todos os anos eles fazem grandes desfiles militares, com fogos de artifícios e festas nas ruas. As pessoas saem para comemorar carregando as fotos dos seus antepassados. As preparações são tantas que acho que nessa época ou você vem para ver, ou você vem depois, porque podem atrapalhar os planos. Eu fiz um post contando mais sobre minhas experiências nos ensaios em Moscou e no festival em Petersburgo.

Tanques dia da vitória russia
Tanques passando no Dia da Vitória em Moscou

Abertura das Fontes de Peterhof

Meio de maio – Na abertura das fontes de Peterhof, o grande palácio perto de Petersburgo, todas as fontes são ligadas de uma vez, em meio a fogos de artifício e concertos de música clássica e jazz. O palácio também tem entrada gratuita como parte das comemorações da Noite dos Museus.

Noite dos Museus

Meio de maio – Muitas cidades têm uma noite dos museus, em que vários deles ficam abertos com uma programação especial, e em muitas dessas cidades ela literalmente é chamada de “noite branca”, mas nem todo mundo sabe que o nome vem das Noites Brancas de Petersburgo, quando o sol não se põe. O tamanho do evento também me surpreendeu, com mais de cento e cinquenta museus participando, cinco linhas de ônibus especiais ligando os participantes, e programação intensa das seis da noite às seis da manhã. Já tem um post especial sobre a Noite dos Museus!

Palace fest

Um número enorme de palácios de Petersburgo abre as portas para concertos, mas isso aumenta ainda mais durante o Palace Fest. Por cerca de dois meses, você tem acesso a palácios que funcionam como escolas, faculdades, órgãos do governo ou que são propriedade privada, onde você pode ir para ouvir música.

Estrelas das Noites Brancas

Meio de Maio até o início de Julho – Intensa programação cultural que acontece durante as Noites Brancas. Só o teatro Mariinsky tem quase duzentas performances de ópera, teatro, ballet e música clássica planejados. Fantástico, mas vale comprar os ingressos com muita antecedência.

Mariinsky estrelas das noites brancas

Aniversário de São Petersburgo

27 de Maio – as comemorações para o aniversário de Petersburgo foram completamente extravagantes em 2018. Parte porque foi um ano importante, 315 aninhos. Mas teve festival de rock, exposição de ônibus antigos, desfile com elefantes de circo (não fui porque tive dó), festival de sorvete, ópera na frente do Hermitage, tudo culminando em fogos de artifício na Fortaleza de Pedro e Paulo à meia-noite. Muito lindo!

Sorvete alcóolico de Aperol Spritz e Sangria, maravilhoso
Festival de ópera na praça do Hermitage
fogos de artificio aniversario petersburgo
Fogos de artifício à noite

Noites Brancas

Maio a julho – As Noites Brancas são a época do ano em que o sol não se põe em Petersburgo, e nunca fica completamente escuro. Ela é cheia de festivais, como as Pontes Cantoras, quando toca música clássica durante a abertura das pontes para permitir que navios cargueiros passem. E as festividades culminam nas Velas Escarlates, da qual vou falar aqui embaixo.

Festival das Velas Vermelhas

Final de Junho – esse foi outro festival que foi tão intenso que aconselho quem vier a ou se preparar para o Festival ou escolher outra data. É a culminação das Noites Brancas, em que um navio com velas escarlates cruza o rio Nevá com o fundo do maior número de fogos que já vi na vida. É maravilhoso, e quando fizer um post sobre as Noites Brancas vou contar mais sobre ele e como curtir essa época.

 

Dia de Dostoiévski

Primeiro sábado de julho – não consegui ver esse festival, já que ele foi excepcionalmente no segundo sábado de julho e eu tinha que voltar para o Brasil para resolver a situação da minha bolsa na Itália. Mas foi minha maior frustração. Uma programação intensa de concertos e palestras, gente andando como Raskolnikov pelas ruas de Petersburgo? Era tudo o que eu queria, e meu itinerário de Crime e Castigo aqui no blog não me deixa mentir. Vou ter que voltar para Piter para ver esse.

Esses foram os maiores festivais que vi na primavera russa, e só esses bastam para falar que eles sabem comemorar.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s