Mestrado na Itália: tudo sobre a minha experiência com a bolsa UNIBO Action 2

Quando eu estava procurando informações sobre como me bancar para estudar fora, fiz um documento do Excel com todas as bolsas que me pareciam interessantes, comparando os processos seletivos, requisitos, datas, valores, etc. O programa de Global Cultures da Università di Bologna era o meu preferido, e a bolsa era uma das melhores, com a qual realmente dava para viver, e por isso esse foi o processo em que me concentrei. Já falei um pouco sobre o processo de seleção do mestrado, então aqui vou me concentrar no processo da bolsa.

Como é a bolsa UNIBO Action

As bolsas são divididas em duas categorias, as bolsas de estudo no valor de 11.059 euros (Action 2) e as isenções de pagamento da faculdade (Action 1). O processo das duas é o mesmo, e os primeiros lugares recebem o dinheiro, e os seguintes recebem a isenção até o exaurimento das bolsas. As duas bolsas não são cumulativas.

Existem na verdade dois processos seletivos para receber a bolsa, o GRE (mais sobre ele abaixo) para quem quer fazer mestrado, e o SAT para quem quer fazer graduação. Vou me concentrar no processo com o GRE, que foi o que eu fiz, mas me parece que eles não são muito diferentes.

Pré-requisitos da bolsa

  • Ter, ou estar prestes a receber, um título de estudo que te dê acesso ao programa que você quer fazer (graduação se você está tentando o mestrado, para graduação é mais complicado porque geralmente eles pedem um ano de universidade brasileira) em uma instituição de estudo fora da Itália.
  • Ser aceito no programa escolhido da UNIBO. O processo deve ser feito separadamente, e é um pre-requisito para receber a bolsa, não para o processo seletivo – ou seja, você pode fazer os dois ao mesmo tempo ou mesmo o da bolsa antes. O processo é para o primeiro ano do curso, e não pode ser feito para anos sucessivos ou transferências.
  • Ter feito o GRE ou SAT, cujos resultados devem chegar antes do prazo final do programa. Recomendo fazer com antecedência, porque os resultados podem demorar.
  • Ter menos de 30 anos ao fim do processo seletivo. Eu completei 30 anos ao fim do primeiro ano, e não foi um problema para a renovação.

O processo seletivo

O edital do concurso geralmente sai em 31 de janeiro do ano em que você quer tentar o processo. Quando eu fiz o processo, o prazo para enviar os documentos era 29 de março, o que significa que eles deviam ter recebido oficialmente o GRE antes dessa data. Olhe bem os prazos e programe-se.

Para participar do processo seletivo, você tem que fazer um login no site, o que inclui o número do seu codice fiscale (tipo um cpf italiano). Eu já expliquei como criar o login na página sobre o processo seletivo do mestrado, então qualquer coisa, confere aqui. Nos dias indicados no edital, você tem que criar em “Bandi”, procurar pelo Azione e se inscrever no programa. Ele vai ficar aberto até o final do prazo, mas eles mesmos sugerem que você envie tudo alguns dias antes como garantia. Também sugiro que você tire um screenshot da página com todos os documentos enviados.

Esses são os documentos que tive que enviar no site:

  • Cópia do passaporte.
  • Cópia não oficial do GRE (a que você baixa no site, mas lembrando que eles também devem ser enviados oficialmente, na hora da prova, usando o código 7850).
  • Documentos que permitam acesso a esse nível de estudos, original e tradução em italiano ou inglês (mas para o consulado tem que ser em italiano, só avisando).

Os resultados saem são baseados na nota do GRE, e saem em maio. Em até dez dias você tem que confirmar por email que aceita a bolsa e que você não tem nenhum conflito para recebê-la, como outra bolsa da mesma universidade. Recebendo a bolsa, você não pode receber mais nenhum auxílio da universidade, como bolsas de intercâmbio da UNIBO. Você pode, porém, participar do processo da ERGO para diminuir o valor da anuidade, que é baseado na renda familiar. Só recomendo ler tudo com atenção, porque se você não vai conseguir a redução máxima, pode não valer a pena todos os documentos que você vai ter traduzir e apostilar (se você vai pagar o valor total, não precisa apresentar nenhum documento relativo à renda).

Fazendo o GRE

Então, tô falando o post inteiro sobre o GRE, que é a parte mais importante desse processo seletivo, então agora vou parar um pouco para explicar mais sobre ele. Ele é uma prova dividida em Raciocínio Verbal (Inglês), que vale até 170 pontos, Raciocínio Quantitativo (Matemática nível ensino médio), que vale o mesmo tanto, e duas redações que juntas valem até 6 pontos. Para concorrer à bolsa Azione, você tem que tirar pelo menos 290 pontos em Raciocínio Verbal + Raciocínio Quantitativo e 3 pontos na redação. Mas essa nota mínima só garante o direito de participar, e as notas mais altas ganham a bolsa, então a meta é sempre fazer o máximo possível. Para referência, eu tirei 170 na parte verbal, 164 na quantitativa e 5 na redação. Eu estudei por conta própria, e gastei apenas com dois livros que comprei em um sebo, e postei todas as minhas dicas sobre como se preparar para o GRE aqui.

Recebendo a bolsa

Você recebe a bolsa em três parcelas, distribuídas ao longo do ano.

Para receber a primeira parcela, de 3500 euros, você deve ter feito a matrícula na universidade e ter uma conta em um banco (melhor se for um banco italiano) até outubro do ano escolhido. A matrícula foi um processo longo, que começou em ser aceita no curso, aí fazer a pré-matrícula no consulado italiano, chegar na Itália, pedir o Permesso di Soggiorno, entregar todos os documentos na universidade e pagar as taxas da universidade (157 euros). Aliás, mesmo se você tem uma isenção, deve pagar essa taxa, e depois pode recebê-la de volta. Abrir a conta em um banco também foi muita burocracia, porque eu fui em mais de dez bancos que se recusaram a fazer isso sem o permesso di soggiorno, que geralmente demora 5 meses para ficar pronto. Consegui abrir no credem, mas outra idéia era usar o Transferwise, que te dá um IBAN alemão. 

Para receber a segunda parcela, 3500 euros, você deve ter completado dez créditos antes de 15 de fevereiro. É muito importante que eles estejam no sistema, então confira e converse com os professores se for necessário. Também é importante que você não esteja congelado. Quando você pede o Permesso di Soggiorno e leva a cópia na universidade, você em cinco meses para levar o original. Mas frequentemente demora mais do que isso para recebê-lo, então você tem que ir na International Desk, pedir para eles conferirem se realmente não chegou, para que eles possam aumentar o prazo. Se ele passar, você é congelado, e não pode fazer provas nem receber créditos.

Para receber a terceira parcela, de 4.039 euros, você tem que ter conseguido quarenta créditos até 15 de julho. As recomendações aqui são as mesmas: cuidado para que eles estejam no sistema e cuidado para não ser congelado.

Com todas as três parcelas, o que acontecia era que alguns dias depois desse prazo eu recebia um email falando que os pagamentos tinham começado, e depois de um tempo eu recebia. Recebi a primeira em 25 de outubro, a segunda em 20 de março, e a terceira em 27 de agosto.

Renovação

A renovação da bolsa para o segundo ano de curso não é automática. Existe um edital próprio da renovação, que em 2019 foi publicado no final de maio. 

A renovação é baseada nos créditos conseguidos até 15 de julho do ano anterior. O requisito mais importante para a renovação é ter recebido a terceira parcela no ano anterior. Depois eles fazem um cálculo multiplicando as notas conseguidas em cada matéria pelos créditos que cada uma vale. Se você estiver no terceiro ano do mestrado, por qualquer motivo, pode tentar a renovação também, mas o seu resultado é multiplicado por 0,45 (e 0,29 se for o quarto ano), o que na prática te coloca no final da lista, e você só consegue a renovação se alguém do segundo ano tiver falhado em renovar a bolsa.

Apesar de todas pessoas que eu perguntei aqui me garantirem que tudo dá certo se você recebeu a terceira parcela no ano anterior e se inscreveu para a renovação, eu só dormi direito quando o email da confirmação da renovação da bolsa chegou, em agosto. As parcelas esse ano seguem um esquema parecido ao do ano anterior. 

Para receber a primeira parcela do segundo ano, de 3.500 euros em outubro, você deve se inscrever no segundo ano do curso, pagando aquela mesma taxa de 157 euros.

Para receber a segunda parcela, de 3.500 euros, você deve ter conseguido 60 créditos no curso até 20 de fevereiro.

Para receber a terceira, de 4.039 euros, você deve ter cumprido 90 créditos ou ter previsão de formatura antes do fim do ano acadêmico, apresentados até 15 de julho.

2 comentários

Deixe uma resposta