As regras italianas do café – e como preparar o seu com uma Moka

Café na Itália é uma instituição nacional, e uma que eu aproveito sempre que posso. Eu amo o café forte como o feito na Itália, e amo como ele aqui é uma desculpa para o dolce far niente, para ter um momento de relaxamento durante o dia. Então aqui vão as idéias para provar seu cafezinho na Itália.

Tomando café no bar

Na Itália, “bar” é como eles chamam cafés. O preço do café é regulado na Itália, os estilos normais – espresso, macchiato, cappuccino, etc – não podem custar mais que 1,50. Mas eles podem te cobrar a mais pelo serviço de mesa, então a maioria dos italianos toma o seu café de pé, no balcão. Se você quiser um espresso, que é o normal, é só pedir um café.

Cappuccino só até às 11

Essa é uma das regras infames do café italiano, geralmente repetida nos sites, e é realmente o costume. A questão é que o cappuccino é uma bebida forte, quase uma refeição por si, então é perfeita para o café da manhã, mas eles acham que depois disso, ela atrapalha a digestão (um ponto de encontro com as regras italianas de saúde, e as doenças que só os italianos têm).

Moka é Bialetti

Moka Bialetti, da pequena, para meia xícara, até a para 18 xícaras

Se você quer comprar uma cafeteira e fazer seu café em casa como os italianos, o mais comum é a maquininha Moka, para fazer seu café no fogão. Você acha essas maquininhas no supermercado por poucos euros, mas se você quer uma de qualidade, que vai durar anos, pode comprar da empresa que inventou a Moka em 1933 e ainda é considerada a de maior qualidade, a Bialetti.

A Moka vem em vários tamanhos, e a maioria dos italianos que conheço tem várias, uma pequena para o café de manhã, e umas em tamanhos maiores, quando tem amigos ou família visitando.

Como fazer o café

Fazer o café parece bem simples, mas os italianos tem várias regrinhas para ele sair perfeito. Então aqui tá o passo a passo:

Você desmonta a Moka, coloca água na parte de baixo até o preguinho (um pouco para cima ou para baixo dependendo se você quer o café mais fraquinho ou mais forte).

Depois coloca o filtro na Moka, e coloca o café. e aí também tem uma regra: você tem que fazer uma montanhazinha. Ou seja, não siga o impulso de ajeitar o café com a colherzinha para ele preencher perfeitamente essa parte, e principalmente não pressione o café com a colher. Só faça uma montanhazinha, e feche a moka, que ela é feita para ter a pressão perfeita sobre o café.

Depois é só colocar no fogão, com o fogo bem baixo. A maioria das pessoas espera a máquina fazer o barulhinho da água fervendo em cima, que juro que é melhor que terapia. O barulhinho da Moka é para muitos italianos o barulho de casa. Na verdade dizem que é melhor tirar um pouquinho antes, que o café sai melhor. Mas me disseram quando eu já tinha associado o barulhinho a tanta coisa boa que não dava mais tempo de mudar como eu faço meu café.

Se você toma o café com açúcar, coloque-o diretamente na Moka.

Uma curiosidade é de um café diferente que aprendi a fazer na faculdade, e que chama justamente café de estudante. Ele é para a época de provas, ou para aquela aula que começa às 9 da madrugada. É só fazer um café normal, e depois usar esse café ao invés de água para fazer um outro, colocando mais pó. É basicamente um café ao quadrado, que, admito, não desce fácil. Mas que eu fiz a prova mais acordada, juro que fiz.

Como cuidar da sua Moka

Aqui vem o ponto que mais vai horrorizar os brasileiros: a Moka não deve ser lavada. Quando você compra a Moka, os primeiros cafés vão ter gosto de metal. A maioria das pessoas joga os primeiros fora, ou até usa um pó de café mais barato, já que o café vai sair ruim mesmo. A idéia é que a cafeteira inteira tem que estar impregnada com o gosto de café para ele sair bom… Então você não vai lá arruinar essa harmonia divina deixando a sua moka com gosto de sabão, né?

Durante a semana, a maioria das pessoas se limita a passar uma água na moka. E quando ela precisa de uma lavagem a mais, pode deixar os pedaços, desmontados, de molho em água quente, ou fazer um “caffè a vuoto”, colocá-la no fogão como se fosse para fazer um café, mas só com água, sem pó de café, para a água fervente passar limpando o filtro. Vale reforçar: sabão não deve ser usado nunca.

Essas são algumas regras para curtir o café italiano como se deve.

Clique na imagem para ler mais posts sobre a Itália.

Deixe uma resposta