Meknes, a cidade imperial menosprezada

Meknes é uma das quatro cidades imperiais do Marrocos, menor que Fez ou Marrakesh, mas que parece injustamente ignorada em relação às outras duas. Especialmente já que fica a uma hora de trem de Fez, e é tão conveniente de visitar.

Meknes cidade imperial Marrocos 5

Meknes foi fundada no século XI, e se tornou capital do Marrocos sob o sultão Moulay Ismail no século XVII. A cidade tem uma mistura de estilos, ela foi pensada com uma arquitetura muito inspirada na da Andalusia, e conhecida como uma mescla do Marrocos com arquiteturas européias. Ele é uma figura muito ligada a história de Meknes, e era conhecido pela crueldade. As estimativas são de que ele assassinou pelo menos vinte mil pessoas. Mas ele também é o construtor de Meknes, que tirou pedras do palácio de El-Badi em Marrakech e da cidade romana de Volubilis, para que eles pudessem ser usados em Meknes. O terceiro fato pelo qual ele é conhecido é como o homem que mais teve filhos no mundo: mais do que mil, com quatro esposas e quinhentas concubinas.

Meknes cidade imperial 3

Meknes cidade imperial Marrocos jardins

Meknes cidade imperial 2

Meknes cidade imperial Marrocos 4

Meknes cidade imperial Marrocos 4

Eu comecei a visita na Place el-Hedim, que é conhecida como a mini Djema-el-Fna, a praça caótica de Marrakesh. Sinceramente, quase toda cidade em que eu fui tinha uma praça que era chamada de mini Djema-el-Fna e não tinham nada a ver, e essa foi a única que realmente tinha uma atmosfera parecida. Era só andar pelas ruas para ver encantadores de serpentes, vendedoras de henna e pessoas com animais.

Meknes cidade imperial Marrocos 2

Meknes cidade imperial Marrocos 3

Meknes cidade imperial Marrocos place el hadim 1

Também é na praça que fica o Bab-el-Mansour, o mais impressionante dos portões da cidade, todo em azulejos verdes, mármore e inscrições em árabe. Uma delas diz “Eu sou o portão mais bonito do Marrocos. Eu sou como a lua no céu. Propriedade e riquezas estão inscritas na minha frente”. Ele foi encomendado para impressionar, e não leva a lugar nenhum.

Meknes cidade imperial Marrocos portão bab el mansour

Um dos museus na praça é o Palácio de Dar Jamai, que hoje é um museu dedicado a artes e ofícios marroquinos. Dizem que ele é muito bonito por dentro, infelizmente não visitei.

O sultão Moulay Ismail também está enterrado em Meknes, e seu santuário é um dos poucos lugares de valor religioso para muçulmanos onde pessoas de outras religiões podem entrar no Marrocos. Para mulheres, é bom ter um lenço para cobrir a cabeça.

Meknes cidade imperial Marrocos musoleu Moulay Ismail

Ainda conectado ao sultão, também visitei as prisões de Habs Qara. Para falar a verdade, a visita foi um acidente e eu achei que estava entrando no mausoléu. Mas a parte de baixo tem um aspecto inquietante que eu curti. É lá que ficavam celas que, de acordo com as informações lá mesmo, chegavam a conter 60 mil prisioneiros. A parte de cima foi muito usada como hall em recepções, inclusive quando Meknes recebeu o título de Patrimônio da UNESCO.

Outra das suas construções famosas é Heri es Souani, armazéns de grão e estábulos gigantescos. Lá ele podia manter 12 mil cavalos. Hoje, ele está em ruínas, mas ainda é muito atmosférico e frequentemente usado em filmes.

Meknes cidade imperial Marrocos estabulos Heri es Souani

Isso foi um pouquinho do que eu vi em Meknes. Aproveita para ler também o post sobre a cidade sagrada de Moulay Idriss e as ruínas romanas de Volubilis, que ficam perto de Meknes e que eu visitei alguns dias antes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s