Um dia na cidade sagrada de Moulay Idriss e nas ruínas romanas de Volubilis

Moulay Idriss e Volubilis foram dois dos primeiros lugares a entrar no meu roteiro do Marrocos. Falar que são um lugar sagrado e ruínas romanas já é grande parte do motivo pelo qual eu queria ir. Tem tipos de lugares que não importa quantas vezes eu vejo, eles continuam capazes de me encantar, e ruínas sempre me dão essa sensação. E também, como historiadora e viajante, a idéia de ir em ruínas romanas em três continentes era irresistível.

Volubilis ruinas romanas Marrocos Basilica 2

Fui com duas meninas do meu albergue em Fez. Chegamos primeiro em Moulay Idriss e decidimos andar por conta própria, apesar dos “guias” que tentavam fazer com que os seguíssemos a cada esquina. Nós tínhamos lido sobre a cidade no trem, e a informação em maior destaque era sempre de que ela é o centro de peregrinação mais importante do país. Até 1912, não-muçulmanos não podiam entrar na cidade, e só recebemos o direito de pernoitar em 2005. Isso pode parecer um grande atrativo, mas para mim não era tanto, já que a mesquita e o mausoléu são, como quase todas as mesquitas do Marrocos, abertas apenas para muçulmanos.

Moulay Idriss cidade sagrada marrocos vista do alto

O valor histórico me atraía mais: Foi aqui que o sultão Moulay Idriss começou uma nova dinastia, trazendo o xiismo para o Marrocos. Mas tem o mesmo problema: o lugar histórico mais relevante é o mausoléu, e o máximo que dá para fazer é passar pela frente e dar uma espiada.

Moulay Idriss cidade sagrada marrocos mesquita minarete redondo
Essa é outra mesquita famosa, celebrada por ter o único minarete redondo no Marrocos

Então o motivo que realmente me levou para Moulay Idriss foi ser uma cidadezinha colorida com uma localização pitoresca pendurada em uma montanha. E valeu a pena, porque realmente é um lugar muito agradável para passar o dia.

Moulay Idriss cidade sagrada marrocos porta

Moulay Idriss cidade sagrada marrocos 4

Moulay Idriss cidade sagrada marrocos foto

Moulay Idriss cidade sagrada marrocos 3

Moulay Idriss cidade sagrada marrocos 6

Moulay Idriss cidade sagrada marrocos 2

E, falando em localização, eu me atraí pela proximidade com as ruínas romanas em Volubilis: de uma delas dava para ver a outra. Nós passamos em um mercado no centro e compramos tudo para um piquenique: pão, azeitonas, tâmaras e tangerinas, por cinco dirhams para cada (0,50 euro). Também dá para andar de uma para outra, mas, para ter mais tempo lá, nós escolhemos pegar outro táxi.

Moulay Idriss cidade sagrada marrocos mercado

Volubilis são algumas das ruínas romanas mais famosas do Marrocos, bem entre as cidades imperiais de Fez e Meknes. Volubilis era o centro administrativo da região e um dos lugares mais remotos do Império Romano. Os romanos podem não ser a primeira coisa nas nossas mentes quando pensamos no Marrocos, mas eles influenciaram muito as populações locais. Os Hammams, o costume árabe de ir em banhos públicos com saunas e piscinas frias, vem das termas romanas.

Volubilis ruinas romanas Marrocos 3

Volubilis ruinas romanas Marrocos Inscrição em latim

Volubilis ruinas romanas Marrocos termas romanas
Termas romanas

Os romanos partiram no terceiro século da nossa era, deixando para trás uma cidade diversa, em que uma população berber, síria, grega, judaica e romana falava latim. Quando os árabes chegaram, a cidade ainda era habitada, e ela só perdeu a posição quando Fez e Moulay Idriss foram construídas. Depois ela foi muito destruída no século XVIII, com o terremoto de Lisboa. Desde 1997, é Patrimônio da Humanidade com a UNESCO.

Volubilis ruinas romanas Marrocos com Moulay Idriss no fundo

Volubilis ruinas romanas Marrocos coluna cercada de paisagem verde

Volubilis ruinas romanas Marrocos 5

Volubilis ruinas romanas Marrocos 4

Volubilis ruinas romanas Marrocos 2

Os lugares mais famosos para visitar em Volubilis são as casas com mosaicos preservados. A maior delas é logo na entrada, a Casa de Orfeu, com os mosaicos que mostram os animais encantados por ele tocando a lira.

Volubilis ruinas romanas Marrocos casa de Orfeu 2

Volubilis ruinas romanas Marrocos casa de Orfeu

A maioria das casas mais famosas fica no Decumanus Maximus, onde dá para entrar e ver mosaico após mosaico. A maioria das casas tem plaquinhas na porta, onde se contava um pouco da história dos mosaicos ou da cena representada em inglês e francês.

Volubilis ruinas romanas Marrocos decumanus

Volubilis ruinas romanas Marrocos mosaico 2

Volubilis ruinas romanas Marrocos mosaico 3

Volubilis ruinas romanas Marrocos doze trabalhos hercules

Volubilis ruinas romanas Marrocos casa de caça

Volubilis ruinas romanas Marrocos casa das colunas

Volubilis ruinas romanas Marrocos baco e ariadne

A cidade tamébm tem vários prédios públicos importantes, como a Basílica.

Volubilis ruinas romanas Marrocos Basilica 1

Volubilis ruinas romanas Marrocos do alto da basilica

Volubilis ruinas romanas Marrocos do alto d basilica 2

A viagem para Moulay Idriss e Volubilis foi parte de um dia longo que começou em Fez. Quando eu procurei informações antes de ir, sempre me diziam o quanto era mais fácil sair de Meknes, que é uma das cidades imperiais e vale a pena conhecer, mas Fez tinha um albergue barato e com um café da manhã incrível, e onde conheci muita gente, então optei pelo day-trip maior e saí de lá mesmo, e voltei alguns dias depois para ver Meknes.

Eu e outras meninas do albergue pegamos o trem para Meknes (uma hora, 28 dirhams ou 2,8 euros) e andamos até o Institut Français, onde ouvimos que encontraríamos os Grand Taxis, as vans que funcionam como transporte coletivo (meia hora, custou 10 dirhams para cada uma). Nós éramos cinco e a van tinha espaço para seis, então tivemos que esperar um pouco, mas depois de alguns minutos saímos para Moulay Idriss. A nossa companheira de viagem era uma marroquina de Fez, professora de inglês e árabe em uma escola primária em Moulay Idriss, que nos deu algumas dicas para a viagem.

Depois de ver Moulay Idriss, voltamos para o mesmo ponto de táxi e pegamos um privado para Volubilis. A única outra alternativa, pelo que eu vi, é andar, e não é muito longe, mas queríamos aproveitar o tempo na cidade. Depois pegamos outro de lá mesmo para voltar para Moulay Idriss, mas o cara ofereceu um desconto e acabamos indo direto para Meknes com ele. O táxi de ida foi 60 dirhams (6 euros) e o de volta até Meknes foi 90 (9 euros) para nós três.

Então no final esse day trip me custou 136 dirhams, ou 13,6 euros com transporte. A entrada em Volubilis foi mais 70 dirhams. Então mesmo indo de mais longe, ainda foi um day-trip razoável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s