De volta à União Soviética – Arquitetura comunista em Tbilisi

O estereótipo é de prédios cinzas e quadradões, de enormes blocos de apartamentos, mas às vezes a arquitetura soviética traz algumas surpresas. Eu me apaixonei com essa arquitetura com o livro CCCP – Cosmic Communist Constructions Photographed, do fotógrafo Frédéric Chaubin (tem aqui o link do Book Depository, mas só se você quiser), e várias das obras que ele fotografou ficam em Tbilisi, na Geórgia, então quando estava lá fui conferir um pouco da arquitetura comunista da cidade.

 

Eu comecei a visita no norte da cidade, com o Antigo Museu de Arqueologia. Ele foi construído em 1988, e foi fechado com o fim da União Soviética. 

Ele estava abandonado há algum tempo, mas quando eu fui lá, estava sendo reformado. Eu cheguei lá de ônibus, e para achar no google maps, coloquei o endereço do monumento religioso ao lado, o Saint Nino Monument.

Tbilisi arquitetura sovietica ex museu arqueologia

Tbilisi arquitetura sovietica ex museu de arqueologia interior
Interior
Tbilisi monumento santa Nino
Monumento de Santa Nino

Um dos prédios que sempre aparecem nas listas de arquitetura incrível da Geórgia é o Banco da Geórgia, em um prédio de 1974 que costumava ser o Ministério das Estradas. Ele tem 18 andares construídos em cima de uma colina, e é um dos prédios mais icônicos de Tbilisi.

Tbilisi arquitetura sovietica banco da georgia

Tbilisi arquitetura sovietica panorama banco georgia

Depois fui ver o Antigo Auditório do Colégio Técnico Industrial, construído em 1976. Ele é famoso pela mistura de arquitetura modernista e futurista, mas não é acessível ao público, já que ele hoje abriga refugiados das zonas da Geórgia ocupadas pela Rússia.

Tbilisi arquitetura sovietica colégio industrial técnico auditório

Mais perto do centro, também fui ver o Prédio dos Mosaicos, que antigamente era a Casa de Educação Política, e foi construída em 1970. Ele é famoso, como o apelido indica, pelos mosaicos na frente. Ele fica na avenida Aghmashenebeli, um pouco ao sul da estação de metrô Marjanishvili.

Tbilisi arquitetura sovietica predio mosaicos

Pertinho do prédio dos mosaicos um lugar que se tornou centro da vida hipster de Tbilisi (e que me lembrou muito as fábricas transformadas em centros culturais que visitei em Moscou), o albergue Fabrika. Como o nome diz, ele era uma fábrica de costura, e foi abandonado com o fim da União Soviética. Hoje o espaço virou um centro cultural, com o albergue, espaço de coworking, cafés, bares e colabs de designers locais.

Tbilisi arquitetura sovietica fabrika hostel 2

Tbilisi arquitetura sovietica fabrika hostel 3

Tbilisi arquitetura sovietica hostel fabrika graffitti

Um dos prédios que eu mais queria ver na lista era o Palácio dos Rituais, construído em 1984 como um espaço para casamentos, e deixei para o final porque estava do outro lado da cidade do Antigo Museu de Arqueologia, na parte sul de Tbilisi. Ele foi inspirado no expressionismo dos anos 20 e na arquitetura medieval da Geórgia. Em 2002, um oligarca georgiano chamado Badri Patarkatsishvili comprou o prédio para usá-lo como residência pessoal, mas depois de sua morte ele voltou a ser usado para eventos.

Tbilisi arquitetura sovietica palácio rituais casamento

Um prédio que eu não fui ver, mas que também parecia interessante, é o Bloco de Apartamentos Saburtalo, construído em 1976, e que é famoso pela ponte conectando os prédios na altura do décimo quarto andar. Se você se interessa por arquitetura soviética, vale a pena procurar por fotos ou relatos sobre a visita.

Ou clique aqui para ler todos os posts sobre a Geórgia.

blog asdistancias destinos Georgia

 

Deixe uma resposta