Uplistsikhe, a cidade nas cavernas da Geórgia

Quando eu estava na Geórgia, acabei visitando três construções enormes e muito antigas em cavernas: os monastérios de Vardzia e Davit Gareja, e a cidade de Uplistsikhe. Esse post é para falar sobre a cidade, a mais antiga da Geórgia construída assim, que vem do século VI antes da nossa era. 

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia vista do alto 3

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia igreja do alto

Diz a lenda que ela foi fundada por Eplos, filho de Mtskhetos e neto de Kartlos, os fundadores míticos da Geórgia. Existem várias construções assim na Turquia e no Irã, e Uplistsikhe é famosa justamente por ser uma mescla dos estilos dessas regiões. Eu (ainda) não tive o prazer de visitar o Irã, mas visitei a Capadócia, e com certeza Uplistsikhe me fez pensar em quais seriam as semelhanças e diferenças entre os três lugares.

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia vista de cima com o rio

Uplistsikhe também era famosa como um centro religioso pagão na época helenística, quando vários templos foram construídos para honrar a deusa do sol. Na época cristã, a cidade perdeu importância para novos centros religiosos, como Mtskheta, mas templos cristãos também foram construídos lá. Nesse ponto também, Uplistsikhe é uma mescla. Mas hoje ela ainda tem vários prédios preservados que arqueólogos acreditam que foram construídos como templos pagãos.

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia templo das amoras
Hall das Amoras, um templo pagão
Uplistsikhe cidade cavernas Georgia templo de Makvliani
Templo de Makvliani
Uplistsikhe cidade cavernas Georgia templo da rainha Tamar
Templo da Rainha Tamar

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia templo das amoras vista de dentro

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia templos

Uma igreja foi construída no século X em cima do que era o principal templo pagão, em um simbolismo que se fosse em uma obra de ficção, seria exagerado. 

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia igreja em cima do templo

A cidade recuperou um pouco de importância durante as invasões árabes do século IX, e chegou a abrigar 20 mil pessoas. Ela também se tornou uma parada importante da Rota da Seda na região. Com as invasões mongóis do século XIV, ela foi muito destruída e quase abandonada. Depois parte da cidade também foi afetada por um terremoto em 1920, e por isso o que a gente vê é só uma pequena parte do que a cidade foi.

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia vista de cima 2

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia casas

Eu preferi visitar de forma independente, porque geralmente prefiro evitar passeios guiados. Eu passei pelo mesmo poço três vezes e vi três guias diferentes falando sobre ele. O primeiro disse que era para coletar água da chuva para ser usado por animais, o segundo que era um lugar onde eles guardavam comida, o terceiro que era uma prisão. Então no final fiquei bem satisfeita de ir por conta própria, mesmo não entendendo tudo do lugar. Alguns lugares tem placas em inglês, mas com geralmente pouco mais do que o nome do lugar. Mas tem ainda uma opção com um audioguide para quem preferir.

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia templos

Uplistsikhe cidade cavernas Georgia qvevri vinho

Como chegar:

A minha visita para Uplistsikhe foi combinada com a visita para Gori, a cidade natal de Stalin, que ainda tem um museu famoso sobre ele. Uplistsikhe fica a apenas 10 km de lá. Eu tinha olhado como chegar de marshrutka, e a idéia era ir para a estação de Gori, pegar uma para a cidade moderna de Uplistsikhe, e andar os 15-20 min que as separam. Mas no tour do museu do Stalin eu conheci mais pessoas que estavam indo, e acabamos resolvendo dividir um táxi. Os taxistas lá perto eram muito insistentes, chegavam a nos agarrar pelo braço tentando nos colocar nos táxis e queriam cobrar 40-50 Lari, então fomos a um café lá perto e pedimos que eles chamassem um pelo telefone. Ficou 25 lari (cerca de 7 euros) para a viagem de retorno, incluindo o tempo que o motorista esperou por nós.

A entrada na cidade custava 7 lari, ou 1 para estudantes.

1 comentário

Deixe uma resposta