8 Atrações Gratuitas Imperdíveis em Amsterdam

Confesso que Amsterdam foi mais barata que eu esperava. Talvez por tudo que eu ouvia sobre como era caríssima e já fui esperando gastar demais, provavelmente porque eu comprei o Museum Kaart, o passe de um ano de museus e isso cortou muito meus gastos com passeios. Também, porque só andar pelos canais é um passeio maravilhoso. Mas de toda forma, encontrar um passeio gratuito e incrível é a glória de todo mochilão, e por isso vou compartilhar os que eu mais curti, e um que perdi mas que está no topo da minha lista para a próxima vez em Amsterdam.

 

Begijnhof

Amsterdam atrações gratuitas Begijnhof

O Begijnhof é um lugar que sempre aparecia em itinerários e sugestões quando eu estava indo para Amsterdam. Ele é um de vários hofje na Holanda, pátios medievais onde mulheres mais velhas se retiravam para viver em comunidade. Eles têm duas igrejas, uma protestante e uma católica. Seguindo as leis da época, igrejas católicas não podiam ser reconhecíveis do lado de fora, por isso ela é um pouco escondida.

O Begijnhof também tem uma das poucas casas de madeira que ainda restam em Amsterdam. Originalmente, era mais comum assim, mas depois as leis exigiram que casas fossem construídas de pedra para evitar incêndios.

Para mim o mais legal do Begijnhof, é que em uma cidade que pode parecer caótica e lotada de turistas, é lugar tranquilo onde relaxar um pouco.

 

Biblioteca pública

oba biblioteca amsterdam vista gratis
Crédito: divulgação

Amo bibliotecas, então elas frequentemente entram nessas listas de atrações, mas a biblioteca central (OBA) de Amsterdam realmente é imperdível, com exposições temporárias e uma vista maravilhosa do sétimo andar.

 

Concertgebouw de graça

Amsterdam praça dos museus Concertgebouw

O Concertgebouw, a casa de concertos central de Amsterdam, fica na Praça dos Museus com o Rijksmuseum e o Museu Van Gogh. Geralmente, os espetáculos vendem um bom tempo antes, mas toda quarta feira tem um concerto gratuito ao meio dia, e é uma boa chance de conhecê-lo de graça. Os ingressos se esgotam rapidamente, então é bom chegar com antecedência.

 

As feirinhas da Het Spui

Praça Amsterdam Het spui feira livros

A Het Spui é uma praça agradável de Amsterdam, e que tem duas feirinhas semanais que tive a oportunidade de visitar. Às sextas, eles têm uma feira de livros, com preços baixíssimos e oportunidades de livros novos e usados, mas a maioria em holandês. Dá para olhar os livros e procurar algo interessante mesmo para quem, como eu, não fala uma palavra, ou dá para ir para as muitas livrarias da praça, como The American Book Center, com opções em inglês. Aos domingos, tem uma feira de arte.

 

As casas de sete países (Zevenlandenhuizen)

casas sete países atrações gratuitas amsterdam
Na foto aparecem metade da casa da Holanda, a casa da Rússia, da Itália, da Espanha, da França e da Alemanha

No final do século XIX, Amsterdam foi dominada pela paixão por tudo que parecesse exótico. Uma das mostras mais interessantes dessa moda foram as sete casas construídas pelo arquiteto Tjeerd Kuipers, inspiradas em sete países diferentes da Europa. Elas ficam na rua Roemer Visscherstraat, a primeira no número 20, com uma torre romântica representando a Alemannha. O número 22, inspirado pelos castelos do Loire, é a casa da França. O número 24 é feito de pedra rosa e tem janelas em formato de ferradura, como é comum na Andalusia, e por isso representa a Espanha. O número 26 é um palazzo neoclássico, e por isso é a casa da Itália. O número 28 tem torres de cebola, e é a casa da Rússia. O número 30 representa a própria Holanda, com tijolos vermelho escuros e decoração branca. O último número, 30A, é a casa da Inglaterra, construída no formato de uma casa de campo inglesa. Não dá para entrar nas casas, que são propriedade privada, mas elas ficam perto do Vondelpark e da Praça dos Museus e vale a pena o desvio.

 

Galeria dos guardas cívicos

galeria guardas civicos atrações gratuitas amsterdam
Foto de Richard de Brujn, crédito: divulgação

Saindo da Kalverstraat, uma famosa rua de compras em Amsterdam, fica uma pequena galeria de obras holandesas. Tecnicamente, ele é parte do Museu de Amsterdam, que é pago (mas vale a pena), mas pode ser visitado independentemente e de forma gratuita. As pinturas lá representam a Guarda Cívica da cidade, a mesma que foi representada em um dos quadros mais famosos de Rembrandt, a Ronda Noturna, que está no Rijksmuseum.

 

Parques

Amsterdam atrações gratuitas parques vondelpark

Essa parece óbvia e geralmente eu adoro ir a parques, ler um livro, fazer um piquenique. Em Amsterdam, ao Vondelpark no inverno para poder fazer um anjo e um boneco de neve. Felizmente tinha outra brasileira comigo, achando a maior graça. Em qualquer estação tem algo para fazer, como o teatro a céu aberto no verão.

NSDF-WERF

O lado norte de Amsterdam é conhecido por ser menos turístico e por ser a parte mais hipsterzinha da cidade. O NSDF-WERF se encaixa bem nessa reputação, já que é um centro cultural aberto em um antigo estaleiro. Se o que você procura é arte de rua e instalações modernas, parece ser o lugar perfeito, e me lembra algumas fábricas convertidas que visitei na Rússia. Tá no topo da lista para a próxima viagem à Holanda.

Deixe uma resposta