Volta ao Mundo em Filmes: Bulgária – Peças do Leste

O filme escolhido para a Bulgária foi Peças do Leste, de Kamen Kalev. Ele me chamou a atenção na lista de filmes do Festival de Cannes de 2009, e, quando comecei a ler sobre ele, vi que a história era fortemente inspirada na vida do ator principal, Christo Christov, que faleceu um pouco depois do filme ficar pronto.

O filme acompanha as vidas de dois homens e seu sentimento crescente de alienação. Christo (Christo Christov)  trabalha como marceneiro enquanto frequenta um programa para tentar se livrar de sua dependência de drogas com um tratamento de metadona. Ele sonha em se estabelecer como artista, mas fica preso o dia inteiro no trabalho fatigante e de noite bebe demais e joga as frustrações na sua namorada. Georgi (Ovanes Torosian), por sua vez, é um adolescente problemático que está sendo cooptado por uma gangue neonazista.

Os caminhos deles se cruzam em um incidente violento. A gangue de Georgi ataca uma família turca, e exigem que ele participe, como uma iniciação. Ele bate no homem, mas depois se afasta, visivelmente perturbado. É nessa hora que Christo, que tinha observado a família enquanto eles jantavam, tenta entrar no meio para ajudá-los.

No dia seguinte, vemos Christo chegar na casa de Georgi para o jantar, e descobrimos que eles são  irmãos. Fica bem claro que eles passam longos períodos sem se ver, já que a família não quer a influência de um dependente de drogas pesadas no filho mais novo. Só que ele é o único que sabe que Georgi está envolvido em uma gangue, e o único que pode conversar com ele sobre isso.

Enquanto isso, Christo também se interessa pela filha da família que foi atacada, Işıl (Işıl Aksol). Ele tenta encontrá-la no hospital, onde a família lhe agradece mas não vê sua atenção com bons olhos, e avisam a ela que fique longe dos búlgaros. É bem óbvio que ele se sente atraído por ela, mas talvez também tenha algo mais: ela o vê como um homem bom que se arriscou para tentar ajudar estranhos, e ele quer ser essa pessoa.

O filme é um pouco arrastado em alguns momentos, mas toca em vários problemas do Leste Europeu depois que o comunismo ruiu. Foi bom ver um pouquinho da Bulgária que eu dificilmente veria em outros lugares.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s