10 Pratos típicos para provar na Bósnia

Quando eu cheguei na Bósnia, não estava esperando muito da comida. Todo mundo tinha falado bem da comida, mas descrito os pratos que eu já tinha provado em outros países dos Bálcãs e dos quais já estava um pouco cansada, burek, cevapi. Mas eu me apaixonei muito com a comida de lá. Ela realmente é parecida com a comida dos outros países, mas tem algo de especial nos pratos da Bósnia. Essas são minhas dicas de pratos típicos para provar por lá.

ćevapi

Kajmak, o queijo fresco que vem parecendo uma bola de sorvete

ćevapi (pronuncia-se tchevápi, ou no diminutivo cevapicici, tchevapítchtchi) são linguiças de carne feitas de carne de carneiro e boi. Eu descrevo assim porque são o que parecem para mim, mas se você chama de linguiça, algumas pessoas ficam bravas. Cevapi é assunto sério. Ele geralmente é comido com somun (pão bósnio redondo), cebolas cruas, e acompanhado de dois molhos muito típicos, o kajmak, feito de nata de leite, e o ajvar, de pimentão.

Burek

Crédito; wiki commons

Burek é um prato tradicional em toda a região porque vem do Império otomano. Qualquer padaria vende burek, e, quando tá quentinho, ele é sempre bom. No resto do Bálcãs, eles chamam todas as versões de burek, mas na Bósnia esse normalmente é o nome da versão com carne, a de queijo chama sirnica ( pronuncia-se sirnitsa), a de espinafre é zeljanica (zelianitsa), a de abobrinha é tikvenjača (tikveniatcha) e a de batatas é krompiruša (krompirusha).

Begova Corba

Crédito; wiki commons

Nos menus em inglês, eles geralmente traduzem como Bey’s Soup, uma sopa de frango e legumes como cenouras, cebolas e aipo, que geralmente é servida como entrada.

Klepe

Crédito; wiki commons

Klepe são um tipo de dumpling típico da região, que pode ser recheado de carneiro, carne de boi, ou queijo. Ele geralmente vem com um molho para acompanhar, que pode ser de iogurte ou de alho.

Dolma

Crédito; wiki commons

Dolma é outro prato otomano, que eu já provei em vários países da região e que também e bem comum no Brasil, muitas vezes chamado de charutinho. Mas a versão da Bósnia é bem única: quando eles fazem o recheio de arroz e carne, também costumam adicionar outros legumes, como beringela, pimentão e abobrinha. Em Mostar, ao invés de envolver a mistura em folhas de videira ou repolho, eles recheiam uma cebola, uma especialidade local conhecida como Sogan dolma. Ela pode ser servida quente, com molho de limão, ou fria, com molho de iogurte.

Bosanski Lonac

Crédito; wiki commons

Nos menus em inglês, ele geralmente aparece como Bosnian pot, e é um dos pratos nacionais do país. Ele é um ensopado ao qual os cozinheiros adicionam camadas alternadas de carne e legumes. Diz a lenda que esse era o prato preferido dos mineiros, que o inventaram na Bósnia medieval.

Grah

Crédito; wiki commons

Grah é uma sopa de feijão típica, geralmente feita com pimentão, cenouras e cebolas e cozida lentamente.

Tufahija

Crédito; wiki commons

Sobremesa que também tem origem otomana, ela é uma maça cozida, servida com nozes e chantilly. Geralmente é muito doce e acompanhada por um café tradicional bósnio.

Uštipci

Crédito; wiki commons

Uštipci são bolinhas de massa frita, que podem ter recheios doce (como geléia, chocolate, ou, nas versões mais modernas, nutella) ou salgadas (como carne e queijo). O meu preferido era com kajmak, o queijo frequíssimo de nata que também se come com ćevapi.

Café bósnio

Essa é outra influência otomana, e o café não é filtrado, então parece mesmo o café turco. Mas a preparação é um pouco diferente: quando a água está para ferver, eles tiram um pouco e adicionam de novo depois, para que ela ferva duas vezes. No meu albergue em Mostar, também nos ensinaram a servir o café da forma tradicional, garantindo que cada hóspede receba a mesma quantidade de espuma em cima do café.

Deixe uma resposta