Volta ao Mundo em Livros: Jamaica – A Brief History of Seven Killings

A Brief History of Seven Killings, de Marlon James, foi meu livro escolhido para representar a Jamaica nesse projeto. Eu ganhei ele de uma amiga quando estava indo para a FLIP 2017, já que James foi um dos autores convidados, e li logo antes de ir para lá.

Em 1976, Bob Marley anunciou um show com a intenção de promover a paz em Kingston. Dois dias antes, ele sofreu um ataque dentro de sua casa, que para alguns foi visto como um assalto que degenerou em violência, e para outros foi uma tentativa de assassinato política. Os assassinos nunca foram pegos, então não sabemos suas motivações.

Esse evento é central na história de A Brief History of Seven Killings, mas ainda assim, em um romance conhecido pelo quantidade de vozes, com dezenas de narradores, Marley não fala nem é chamado pelo nome, mas apenas como “the singer”. Segundo James, já existem obras o bastante sobre Marley, essa é sobre a Jamaica. E mais, sobre a decadência pós-colonial da América Latina, e sobre a participação dos EUA nisso.

Os personagens do livro incluem os assassinos em potencial, líderes de gangues, jornalistas, agentes da CIA e mesmo um fantasma de um político da época colonial, todos envolvidos na política de Kingston, que contam suas vidas durante um período de quinze anos. Muitos dos capítulos são escritos nos patuas jamaicanos, as diferentes linguagens faladas no país que variam segundo a idade e origem cultural dos personagens.

As duas primeiras partes do livro se passam logo antes do concerto, no qual Marley tocou mesmo ferido pelo ataque. Depois, o autor os acompanha, quando os gangsters saem do país para expandir a influência do crime organizado jamaicano e as testemunhas fogem para salvar suas vidas.

O seu uso de linguagem já foi comparado a Faulkner e a David Foster Wallace, o modo como ele trata a violência foi comparado a Quentin Tarantino, e o livro ganhou o Man Booker Prize em 2015. Os jurados elogiaram especialmente a polifonia, que, segundo eles, vai “de alturas bíblicas às gírias da Jamaica”. Ele também vai ser adaptado para filme pela HBO, e espero que consigam fazer justiça à linguagem de James.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s